O Brincar e o espaço

EIXO ESPAÇOS E REPRESENTAÇÕES

  • O Brincar e o espaço (EI)

Professoras: Mariana Soares, Rafaela Rodrigues, Suzana Kolker, Thaís Teixeira

 

Na proposta que desenvolvemos para esta exposição, buscamos resgatar a memória olfativa de crianças de diferentes idades da Educação Infantil; memórias que são inseridas nos diversos espaços de nossa escola em que as crianças são expostas a diferentes estímulos a todo momento.

 

Quem de nós nunca sentiu o aroma de uma comida, de uma flor, de um perfume, e sentiu alegria, tristeza ou saudade? Os cheiros despertam lembranças, marcam momentos e sensações e nos convidam para percorrer nossa memória.

 

A partir disso, promovemos passeios pelos espaços da EDEM com o intuito de despertar e aguçar os sentidos, percebendo os barulhos, os detalhes vistos aos olhos das crianças e, sobretudo, os “cheiros” e aromas encontrados neste percurso repleto de ludicidade e encantamento.

 

“A relação entre cheiro e emoção pode ser entendida a partir da investigação do processamento das informações olfativas pelo sistema sensorial. Quando sentimos um aroma, de imediato as amígdalas trabalham e relacionam aquele odor à ação que está ocorrendo ou como nos sentimos naquele momento. O cheiro é, então, guardado na memória acompanhado da emoção/sentimento que estamos vivenciando naquele momento. Quando voltamos a sentir o mesmo cheiro, a memória afetiva é ativada, e a conexão entre o aroma e a emoção correspondente torna-se perceptível. É por isso que, às vezes, somos acometidos pela lembrança de uma situação passada na presença de determinados odores”. (Scardua, 2011)

 

Conforme crescemos, cada vez mais a audição e a visão tomam o espaço das nossas vidas e, assim, das nossas memórias, porém, os cheiros da infância – por mais que eles não se mostrem presentes – habitam nossos cérebros para sempre.