O Brincar e o Corpo

EIXO IDENTIDADES: “EUS” E OUTROS

  • O Brincar e o Corpo (EI)

Professoras: Anna Paula Anselmo, Ana Paula Orlando, Elis Simões, Maíra Galvão, Regina Vasconcelos

 

PARTILHAS DE SENSAÇÕES: INVESTIGAÇÕES E DESCOBERTAS ATRAVÉS DO CORPO

 

“Tomar o corpo como ponto de partida e fazer dele o fio condutor, eis o essencial. O corpo é um fenômeno mais rico que autoriza observações mais claras. A crença no corpo é bem melhor estabelecida do que a crença no espírito.” (Nietzsche, 1885, p.40 apud Barrenechea, 2011).

 

Tomamos o próprio corpo e o do outro como ponto de partida para investigações com alguns elementos naturais, presentes em nossa diversidade de mundo.  A proposta se deu com encontros de diferentes faixas etárias (Grupos 1 ao 5), em que as crianças  experimentaram argila, água, condimentos naturais, casca de alimentos, gravetos, terra, entre outros elementos,  em busca de descobertas e do encantamento através da exploração lúdica. Texturas, pesos, cores, volumes e temperaturas foram selecionados e preparados especialmente com foco no manuseio, exploração, investigação e descobertas através do brincar livre.

 

As mãos foram os primeiros condutores das nossas integrações, momentos de investigações e partilha de significados. Entendemos, como Gandhy Piorski (2016), a tatilidade como “mais poderoso recurso imaginador, a porta do vínculo onírico com tudo. Pela tatilidade, ela [a criança] não apenas vê como também ouve e empenha diálogo com os materiais.” Curiosas, nossas crianças experimentaram de muitas maneiras cada elemento apresentado: toques, cheiros, olhares e até sabores descobertos e partilhados entre todas.

 

Elas puderam não somente experimentar o próprio corpo através das diversas sensações, como promover e suscitar experimentações no corpo do outro e assim criar uma série de movimentos, comentários e diálogos, tecidos em redes através de materiais concretos.

 

Referências:

BARRENECHEA, Miguel Angel de. Nietzsche: corpo e subjetividade. O Percevejo Online, v. 3, p. 9, 2011.

PIORSKI, Gandhy. Brinquedos do Chão: a natureza, o imaginário e o brincar. 1ªEd. Uberaba: Fundação Peirópolis, 2016.