Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.
Provocar, em tempos de pandemia, o debate a respeito da virologia entre professores de ciências, educadores, público em geral e pessoas interessadas em biologia. Este é um dos objetivos do grupo que criou o caderno “Vírus – Simulacro da Vida?”, lançado agora em abril. O material foi concebido por Michèle Sato (professora da UFMT e doutora em educação ambiental); por Déborah Moreira Santos, professora da rede estadual do Mato Grosso; pelo biólogo Celso Sanchez, pesquisador do Grupo de Estudos em Educação Ambiental desde el Sur – GEASur, professor da UNIRIO e parceiro da EDEM. Ele, aliás, participa hoje, dia 14 de maio, de uma live no Instagram da EDEM @escolaedem, às 15h, com o tema “O coronavírus é um ser vivo?”.
“A virologia é um assunto de todos. E com o caderno que lançamos, encontramos uma maneira de traduzir as temáticas da biologia através de uma linguagem mais acessível. Na concepção do material não temos só acadêmicos. A Débora é professora da rede de Cuiabá e faz ciência de ponta”, conta Celso.
Outro ponto que chama a atenção no caderno é a preocupação com a arte e com a estética: “Michèle é uma estudiosa sobre arte, educação ambiental e surrealismo. E essa mistura entre arte e educação ambiental, que ela trouxe para o material, é muito importante”, explica Celso. Para os próximos meses, o grupo está preparando mais dois cadernos: no primeiro, um panorama da ecologia política; no segundo, como preparar água sanitária, sabão e detergente. Vem coisa boa por aí!
➕ Para ver o caderno “Vírus – Simulacro da Vida?”, basta clicar no link https://gpeaufmt.blogspot.com/p/materiais-e-apoio-pedagogico.html
Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.