Fruta de porco, pitanga, sabão-de-soldado, cereja do Rio-Grande, aldrago, araçá vermelho, pitomba, embiruçu, jaboticaba, araticum amarelo, comandaíba, amendoim bravo, aroeira, ipomeia, canela-batalha, limãozinho do mato, grumixama, oiti, “laranjinha” do mato, araçarana, corticeira, peroba-rosa, biribá, castanha do Maranhão, pau-ferro… ufa! Quantas mudas nativas, que maravilha! Este ano o projeto Mudamata bateu o recorde absoluto de espécies nativas da Mata Atlântica nos corredores da escola que funcionam como “horto”. Segundo o professor Tito Tortori, foram 28 produzidas com a ajuda e a participação dos alunos. Duzentas mudas e muita diversidade.

– Foi um ótimo ano para o Mudamata, fiquei muito feliz com o resultado. Sigamos! – comemora o professor.

Parabéns a todos e a todas que participaram desse processo!