Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Quais papéis cabem aos educadores e aos estudantes neste momento histórico? Essa foi uma das provocações que o palestrante André Marinho fez ontem durante o evento promovido pela Oficina de Ativismo, a convite do professor Ramón Chaves, para as turmas do 1º e 2º ano do Ensino Médio da EDEM. Na mesa-redonda “Educação em pauta, escola nas ruas: as disputas em torno de uma política pública”, André, que é professor de História da rede pública estadual e Coordenador Geral do Fórum Estadual de Educação do Rio de Janeiro (FEERJ), abordou alguns assuntos importantes: as contradições da universalização da educação básica, o cenário de restrição orçamentária e o cerceamento das liberdades pedagógicas que limita as já reduzidas verbas para a educação no país – fazendo surgir outros problemas para as dinâmicas de sala de aula.

– A educação, no Brasil, é para todos? Não, a escola no Brasil, pública ou privada, é uma escola desigual. Temos que transformar uma desigualdade no ponto de partida ser uma igualdade no ponto de chegada – disse André, que também é Doutorando e Mestre em Educação pelo Programa de Pós-Graduação em Educação (PPGEdu) da Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro – UNIRIO, sob olhares e ouvidos atentos das turmas.

 

.

Para Ramon, o objetivo do debate foi justamente recolher elementos para a construção de respostas a estes desafios:

– Ter o André hoje na EDEM foi muito importante. Ele transita entre a universidade e a luta política, tem uma representatividade muito grande. É importante mostrar para os estudantes que esses dois espaços, com suas singularidades, se ajudam mutuamente. Tem troca de conhecimentos, de olhares, de visões e de perspectivas que enriquecem a compreensão de todas essas questões.

Ele emenda:

– Nós temos hoje um cenário muito desafiador para a educação, desde a educação básica até a educação superior, passando pela educação pública como a educação privada. A escola no Brasil tem muitos problemas, mas se pretende ser universal, do ponto de vista da educação básica, e é preciso valorizar isso. Não podemos diminuir o significado social desse cenário. Por isso que debater isso com os alunos, ainda mais quando se fala de ativismo, é tão fundamental.

 

 

 

 

 

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.