Espectroscopia. Palavrinha diferente, não? É o nome que se dá ao uso da luz para capturar informações sobre a composição íntima da matéria. E foi justamente esse o tema da aula de Ciências do professor Tito Tortori, na semana passada, com os alunos de 9º ano do Ensino Fundamental 2. Com um grande diferencial: produzir o tal espectroscópio!

– Quis mostrar aos alunos, contextualizando o modelo atômico de Bohr, como a ciência é capaz de coletar dados e informações do mundo, mesmo sem “enxergar” os átomos – disse o professor.

A atividade consistiu na montagem de um “espectroscópio artesanal”, confeccionado com embalagens tetrapak, fita crepe e CD usado. Segundo Tito, com esse espectroscópio, as turmas puderam olhar o espectro continuo da luz branca do sol (“arco íris”) e comparar com a emissão luminosa da uma lâmpada incandescente e outra fluorescente.