Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Artes

Mostra de artes de fim de ano do EF2 e EM da escola Edem.
Rio de Janeiro, 26.11.2016
fotos: Andréa Testoni

A área das Artes abre uma perspectiva essencial para se refletir e compreender o mundo de ontem e hoje e, sobretudo, para se construir alternativas de qualidade para o mundo do amanhã.

Na EDEM, desde a sua fundação, essa área de conhecimento ocupa lugar de destaque, inclusive pelo peso que tem dentro da grade curricular, o que faz da escola uma reconhecida referência no ensino de Artes. As aulas oferecidas estimulam a expressividade, oferecendo formas, técnicas e possibilidades de experiência estética a alunos e alunas de todas as faixas etárias.

As aulas de Artes acontecem semanalmente do Grupo 1 da Educação Infantil ao 2º ano do Ensino Médio e são ministradas por professores especialistas.

Na Educação Infantil, é priorizada a Música. No Ensino Fundamental 1, são trabalhadas as Artes Visuais e a Música. No Ensino Fundamental 2 e Médio, o leque é ampliado com oficinas de Artes Visuais, Dança, Música, Teatro e Vídeo.

As oficinas de Artes do EF2 e EM culminam em Mostras de Artes semestrais (6º e 7º anos) e anuais (a partir do 8º ano), nas quais são compartilhados com a comunidade escolar os resultados do trabalho realizado.

Ciências, Sociedade e Ambiente

sociedade

A aquisição de conhecimentos científicos, culturais e tecnológicos é a primeira intenção educativa que consta no Projeto Político Pedagógico da EDEM.  Esta intenção, no entanto, não esgota em si mesma, nem se fundamenta apenas no desenvolvimento de habilidades cognitivas.

A capacidade de conhecer articula-se à consciência ambiental e ao reconhecimento do sentido histórico da ciência e da tecnologia. Esta articulação é o que torna possível a cada um perceber o papel que a ciência cumpre na vida humana em diferentes épocas, compreender a capacidade humana de transformar o meio e, assim, poder situar-se como sujeito histórico eticamente responsável pelos seus atos.

Na EDEM, o ensino das Ciências Naturais e das Ciências Sociais e a Educação Ambiental articulam-se como eixo que possibilita aos educandos construir conhecimentos científicos, estabelecendo relações com contextos históricos e culturais, reconhecendo diferentes perspectivas de mundo, elaborando argumentos próprios e valorizando princípios que preservam a vida das pessoas, dos povos e do ambiente como um todo.

Os resultados do trabalho produzido neste eixo são compartilhados de três diferentes formas: entre os alunos, em seminários ou apresentações orais; com os responsáveis, em Mostras Pedagógicas semestrais; com a comunidade, na Mostra Científica do evento bianual “Semana das Ciências”.

Corpo

corpo_eixo(3)

O corpo, a corporeidade, é uma dimensão tão importante no processo de desenvolvimento quanto o intelecto, e seu lugar no espaço da escola não se restringe à Educação Física, permeando todos os processos de ensino e aprendizagem. Ignorar ou valorizar o corpo nas práticas pedagógicas pode bloquear ou potencializar processos de cognição e interação afetiva e social.

Na EDEM, o corpo é entendido como integrante da identidade individual e cultural e como via de conhecimento de si, do outro e do mundo. Assim, além da abordagem especializada sobre o corpo, feita nas aulas de Educação Corporal, Educação Física e Dança, também podem ser identificadas, ao longo do processo de escolaridade, três abordagens: complementar, por professores de áreas diversas, na qual o corpo auxilia na compreensão de conteúdos variados; reflexiva, que ocorre em momentos de discussões sobre regras de convivência e relações interpessoais no espaço da escola; e também cotidiana, que incide sobre as múltiplas interações dos alunos nos ambientes escolares, em momentos de intervalos, recreios, brincadeiras e jogos livres. Essa última é realizada por todos os profissionais que convivem com os alunos, e orienta-se por dois princípios: respeito pela individualidade de cada um e integração no espaço comum da escola.

O trabalho especializado na área de corpo parte da formação do esquema corporal, na Educação infantil, até chegar à prática do desporto e à arte da dança, no segundo segmento do Ensino Fundamental. Nesse percurso, propõe atividades com materiais diversos, estimulando a capacidade simbólica, favorecendo a consciência corporal e proporcionando intensa vivência de jogos com regras. A culminância do trabalhado desenvolvido nesta área é a Olimpíada da EDEM, evento em que alunos e alunas participam das decisões e exercem protagonismo na realização.

Ética e Política

politica

A formação ética e política na EDEM complementa a acadêmica e a estética, direcionando a ação pedagógica para o âmbito das regras, valores, princípios e convicções que orientam atuações e posturas individuais e regulam relações interpessoais e interações sociais dentro e fora do espaço escolar. Na EDEM, a intervenção pedagógica nesse âmbito não tem caráter essencialmente normativo, mas sim crítico, ou seja, direciona-se para a construção da autonomia subjetiva. Acolhimento, cuidado, respeito e diálogo são condições pedagógicas fundamentais para o desenvolvimento deste trabalho em âmbito individual e coletivo que, além de ser realizado cotidianamente pelos professores em sala de aula, conta também com apoio e atuação de profissionais das áreas de psicologia ou psicopedagogia. Projeto Identidade (Educação Infantil), Formação da postura de Estudante (Ensino Fundamental 1), Desenvolvimento Interpessoal (Ensino Fundamental 2) e Oficina de Ativismo (Ensino Médio) são exemplos deste trabalho desenvolvido nos segmentos.

Leitura e Escrita

bibli

A cultura escolar é fundamentalmente uma cultura letrada, assim, o eixo Leitura e Escrita é o elo integrador de todas as áreas de conhecimento no espaço da escola. É necessário saber ler para compreender os conteúdos propostos nas várias áreas, e escrever, para expressar seus saberes sobre eles. Ler e escrever são aprendizagens fundamentais para a negociação de significados no espaço da escola. Como ensinou Paulo Freire, “a leitura do mundo precede a leitura da palavra”, ou seja, a criança começa a ler o mundo antes mesmo de ser iniciada no processo de decodificação dos sinais gráficos da língua. Ao entrar na escola, a criança já sabe muitas coisas; ao aprender a ler e a escrever, adquire a possibilidade de saber sempre coisas novas sobre a realidade em que está inserida. Por conta do caráter central que ocupa na construção do conhecimento, na Educação Infantil e no Ensino Fundamental, a ênfase da aprendizagem é colocada sobre a produção da leitura e da escrita. Ao longo da escolaridade, a complexidade desse processo, que não se esgota na alfabetização inicial, demanda estratégias específicas para contemplar a leitura de textos de novas disciplinas introduzidas e também a escritura de novos gêneros textuais.

Os projetos de leitura e escritura de textos literários e informativos, desenvolvidos na Educação Infantil e no Ensino Fundamental, contam com a parceria da Biblioteca da EDEM, espaço pedagógico imprescindível para o desenvolvimento das atividades cotidianas desses segmentos.

Há mais de 30 anos, a EDEM realiza anualmente a Semana Literária, evento que traz para dentro da escola contadores de histórias, autores e ilustradores trabalhados com alunos dos diferentes segmentos, e também compartilha com a comunidade textos, livros e outras produções dos alunos. Desde 2009, a EDEM realiza bianulamente a Festa Literária, grande evento que amplia e intensifica as interações da escola com a comunidade a partir de suas produções de Leitura e Escrita.

Matemática

mat2

A Matemática é ao mesmo tempo forma de pensar e meio de atuar no mundo, linguagem e ferramenta, conhecimento que situa o aluno entre o concreto e o abstrato, o formal e o informal, o estético e o pragmático, o aplicável e o inaplicável.

Com este entendimento, o ensino de Matemática na EDEM visa a favorecer a construção de conhecimentos que orientem a compreensão do mundo e intervenção na realidade, tornando os alunos aptos a pensar matematicamente, ao longo do processo de escolaridade. Nesse sentido, afasta-se de um ensino focado na formação acadêmica, colocando-se como objetivos: desenvolver o raciocínio lógico, a capacidade de abstração, a possibilidade de organizar, analisar e interpretar criticamente as informações, a identificação e o enfrentamento de problemas que se apresentam.

Para isso, é fundamental trabalhar os conteúdos de cada etapa da escolaridade no todo, e não de forma estanque, assim como, também, envolvê-los em contextos significativos para os alunos.

Da descoberta da quantidade, dos números, das formas, das classificações, na Educação Infantil, até a fluência e beleza que o pensamento matemático pode adquirir no Ensino Médio, o conhecimento nesta área se constrói, ao longo dos nove anos do Ensino Fundamental, por meio de situações didáticas que estimulem variadas formas para resolver cálculos, fazer aproximações, detectar erros, enfrentar desafios, elaborar gráficos, abordar problemas.

As aprendizagens realizadas são compartilhadas em Mostras Pedagógicas semestrais (Educação Infantil e Ensino Fundamental 1) e no evento bianual Semana das Ciências (todos os segmentos).

Tecnologias da Informação e Comunicação

tec

O uso de tecnologias da informação e comunicação na EDEM visa a apoiar o processo de ensino-aprendizagem, propiciando fontes de pesquisa, novos tipos de interações com os temas abordados e também novas formas de apresentação das produções dos alunos.

Nas salas de aula, TVs com acesso a internet permitem aos professores abordar temas utilizando filmes, sites e outras fontes de informação.

Na sala de informática, são desenvolvidas, em parceria com a sala de aula, atividades diversas, que propiciam aos alunos da Educação Infantil e do Ensino Fundamental utilizar diferentes recursos para pesquisa e realização de trabalhos

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.